domingo, 9 de junho de 2013

ENTREVISTA COM "YOLA BRUNA HUATE" - DIRETAMENTE DE MOÇAMBIQUE




 Prosseguindo com nosso quadro de entrevistas, nos comunicamos aqui uma com alguém bem distante física e geograficamente falando, mas muito próxima na educação, em muitos costumes, nos sonhos, e – principalmente - no idioma. 

Yola Bruna Huate, uma jovem da África, mais precisamente de Moçambique, que conheceu o professor Valdinei virtualmente, por ocasião de ter lido um de seus artigos no blog http://valeapenalerereler.blogspot.com.br/, e em seguida o adicionando no facebook. Por essa amizade, embora virtual, conheceu também a escola Feliciano e este blog. Sempre curtiu e comentou as postagens, que gostou bastante, inclusive das entrevistas. Pensando em aumentar os laços de amizade entre culturas tão distantes, convidei-a para participar deste quadro de entrevistas e ela, gentilmente, aceitou.
 É claro que não foi possível entrevistá-la pessoalmente como nas entrevistas anteriores, e também a diferença de fuso horário às vezes dificultava o bate-papo, mas, passo a passo foram sendo enviadas as perguntas, recebidas as respostas, até que concluída a entrevista. Uma entrevista simples, mas bem sincera e objetiva, como tem se demonstrado nossa jovem amiga, Yola.

Uma jovem sensível, que se emociona ao falar da mãe, que perdeu aos 18 anos, fala com orgulho de seu país e da aplicação e interesse que vem crescendo entre os estudantes, o que está fazendo a diferença na educação em Maputo, capital de Moçambique.

Acompanhem, com carinho, às perguntas e respostas que também foram feitas com muito carinho pela nossa amiga Yola.
Para nos localizarmos ainda mais, saibam que a distância entre o Brasil e a África é pouco mais de 6 mil quilômetros, ou seja, daria para ir e voltar entre Monte Aprazível à São Paulo aproximadamente 6 vezes.
 Vamos conhecer um pouco mais.
Valdinei Fernandes
 Vale a pena ler:

 NOME COMPLETO:  YOLA BRUNA HUATE
NASCIMENTO: 19/01/1991
CIDADE NATAL: MAPUTO – MOÇAMBIQUE (ÁFRICA)
CIDADE RESIDÊNCIA: MAPUTO
ESCOLARIDADE: Cursando Ensino Superior de Sociologia na Faculdade Eduardo Mondlane, em Moçambique. (Eduardo Chivambo Mondlane foi um dos fundadores e primeiro presidente da Frente de Libertação de Moçambique - FRELIMO - a organização que lutou pela independência de  Moçambique do domínio colonial português. O dia da sua morte, assassinado por uma encomenda-bomba, é celebrado em Moçambique como o Dia dos Heróis Moçambicanos. Eduardo Mondlane nasceu em 20 de Junho de 1920 e foi assassinado em 3 de Fevereiro de 1969)
ATIVIDADE EXTRACURRICULAR : Bailarina na casa de Cultura da Maputo.



Blog: _Yola, sempre é interessante conhecer costumes diferentes, culturas diferentes, e sabermos que estamos tão próximos por causa da tecnologia. Fale um pouco sobre você para nos conhecermos melhor:

YOLA: Nasci em Maputo, capital de Moçambique, que fica no Sul da África. Fique bem claro que sul da África não é o mesmo que África do Sul. Para entender, nosso continente é a África. Moçambique fica no sul desse continente, por isso sul da África. E África do Sul é um país que também fica no continente Africano. Então, eu nasci em Moçambique mas aos 2 anos mudei-me para o país vizinho, África do Sul. Lá fiquei até os 6 anos quando voltei com meus pais para Moçambique.
Estudei da 1ª à 7ª classe na Escola Primária 12 de outubro. Da 8ª à 10 classe estudei na Escola Secundária Noroeste. Da 11ª à 12ª classe estudei na Escola Comunitária União Baptista. Atualmente estou na Faculdade Eduardo Mondlane, onde estudo Sociologia.
 Tenho 4 irmãos e eu sou a caçula. Vivo com meu pai, minha irmã e minha sobrinha. Os outros irmãos têm suas casas.
Perdi minha mãe aos 18 anos, mas nem gosto de falar sobre isso. É muito triste.


Blog: _Você pode falar um pouco como é seu dia a dia onde vive?

Yola: Hummm...   meu dia a dia: acordo às 7 horas da manhã, faço limpezas caseiras, pois não tenho empregada (risos).
Próximo às 10 horas me preparo pra faculdade. Inicio minhas aulas às 12:35h. Estudo até às 17:35.
Às 18:30h costumo ir à igreja, mas às 19 horas já volto para a casa para fazer os trabalhos da faculdade, que não são poucos. Para dormir, não tenho hora fixa, depende do dia.
É isso.

Blog: _Agora, aqui no Brasil, de onde escrevo, são 15 horas. Que hora é agora aí na África? É interessante para que os leitores tenham ideia quanto ao fuso horário.

YOLA: Aqui na África agora é exatamente 20 horas. Estamos 5 horas na frente.

Blog: _Você estuda Sociologia. Qual o motivo de ter escolhido esse curso?

YOLA: Sociologia envolve funções na área de duas de minhas paixões: Filosofia e História. Eu amo este curso.

Blog: _Moçambique, o país onde você nasceu e vive, é um país tranquilo ou cercado de violência?

YOLA: Meu país LINDO, Moçambique, tranquilo. Violências? Quero crer que seja como em todos os lugares. Em todos os lugares do mundo sempre há alguma forma de violência.

Blog: _Você é bem jovem. O que os jovens fazem para se divertir onde você vive?

YOLA: Diversão dos jovens acho que é muito relativo. Nada de especial ou diferente se comparado com jovens de outros países e de mesma idade.

Blog: _Moçambique é um país populoso. Que tipo de transporte vocês usam no dia a dia?

YOLA:  Os transportes que usamos aqui são: “chapa cem”, “machibombo”, “txopela” e “táxi”.
“Machibombo” é o que vocês chamam de ônibus, “chapa cem” é um mini bus (van), e “txopela” é parecido com uma moto, porém mais moderado e seguro.

Blog: _Você nasceu em Moçambique mas já viveu na África do Sul, que são dois países diferentes dentro do continente Africano. Você sonha em conhecer outros países?

YOLA: Sim. Realmente conheço a África do sul, gostaria de conhecer a França (Paris), a Suíça, Portugal e Angola. E, com certeza, conhecer o Brasil, Monte Aprazível.

Blog: _Já que somos um blog de uma escola, conte-nos como é a educação em seu país?

YOLA: A educação em meu país é muito boa e tem melhorado, pois atualmente os estudantes estão cada vez mais dedicados e interessados. Isso faz a grande diferença. 

Blog: _Pode falar seus maiores sonhos?

YOLA: Hummm... falar de meus sonhos é viajar na maionese. (risos).
Com certeza meu maior sonho é me formar, concluir a licenciatura e ter um emprego dos sonhos. E o mais importante: ser dona do meu nariz. (risos)

Blog: -Existe alguma pergunta que não fiz e que gostaria de constar nesta entrevista?

YOLA: Só faltou falar que sou bailarina da casa de cultura.  Já estou fazendo apresentações e, em novembro já serei graduada como professora de dança. As danças que desenvolvo como bailarina são: "marrebenta", "galanga", "bondoro" e outras, todas danças tradicionais aqui da região. 


Blog: -Quando conversávamos em meu perfil pessoal, houve um dia que você disse estar muito feliz com nossa amizade, ainda que virtual, e me convidou para padrinho. Nossa, que emoção! (risos).  Apesar de, daquele dia em diante, só se referir a mim como "padrinho", me responda, você namora sério há quanto tempo? E quando pretende se casar? Preciso ver se conseguirei guardar dinheiro para ir até aí! (risos)

YOLA: Com certeza, falei sério, padrinho! (risos).  Já namoro sério há quase 5 anos. Mas não pretendo me casar tão já. Você vai poder juntar um dinheirinho. (risos).  Pretendo primeiro me formar, acertar minha profissão, me estabilizar e depois nos falamos. 

Blog: _Deixe uma mensagem para os amigos deste blog!

YOLA: “Quero deixar muitos e muitos abraços a todos alunos e professores da escola Feliciano. Quero dizer-vos que nunca desistam de vossos sonhos, e que meu maior sonho é conhecer-vos ao vivo e vosso lindo Brasil. Que esse sonho um dia se torne em realidade. Abraços, "padrinho Valdinei!"




11 comentários:

Anônimo disse...

fantástico. parabéns

Prof. Eliene. disse...

Amei a reportagem além fronteira. Parabéns! Prof. Eliene.

Anônimo disse...

Excelente. Uma aula de geografia, de história, quebra de fronteiras, união de culturas, enfim, um verdadeiro trabalho pedagógico. Amei.

Maria Eduarda

Anônimo disse...

Ótimo trabalho. Com certeza podemos utilizar este blog até para fazermos trabalhos com os alunos. Parabéns.

Professora Elaine - Jundiaí-SP

Anônimo disse...

Excelente. Vou trabalhar esta reportagem com meus alunos aqui em Jundiaí.

Professora Elaine - Jundiaí

Professor Luiz disse...

Muito boa esta entrevista. Cultura e conhecimento partilhado entre povos. Isso é extremamente positivo.

Abraços

Anônimo disse...

Muito simpática você Yola. Vou até te pedir para me adicionar no face. Achei muito bacana esse intercâmbio virtual.

Juliene Santa Rosa disse...

Adorei, muito interessante!

Priscila Silva disse...

Adorei a entrevista, a Yola é muito simpática e parabéns prof. Valdinei.

Cecy Langa disse...

minha colega ela..gostei muito

Rafa Gonçalves disse...

Estava aqui relendo a entrevista. Muito sucesso minha querida amiga. Adorei te conhecer e em breve espero te conhecer pessoalmente. Beijos